1 – Avanços no Câncer de Próstata.

Posted by admin

1 – O diagnóstico:

Devemos ou não fazer exame de próstata? A resposta objetiva é sim. Este tema tornou-se motivo de controvérsia quando um grupo denominado U.S. Preventive Services Task Force, publicou, em 2012, um estudo afirmando que para a população caucasiana dos Estado Unidos não havia ou havia um benefício mínimo em se diagnosticar o câncer de próstata precocemente. O mesmo artigo deixava claro que as populações latina e negra não foram contempladas pelo estudo e portando estes dados nunca se referiram a nossa população. Recentemente a recomendação do USPSTF mudou e agora recomenda discutir com o paciente os benefícios e inconvenientes de se fazer o screening do câncer de próstata em pacientes entre 55 e 69 anos. Isto se deve ao fato de que nestes últimos anos tem aumentado o número de pacientes diagnosticados com câncer de próstata avançado e sofrendo as consequências de um diagnóstico tardio.

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Urologia recomenda o exame de próstata anual para todos os homens a partir de 50 anos e a partir de 45 anos para homens de raça negra bem como para aqueles que têm parentes de primeiro grau acometidos por câncer de próstata.

Pessoalmente acredito que todos os homens a partir de 40 anos devem procurar o urologista para uma avaliação. Esta convicção se dá após tratar alguns pacientes muito jovens (em torno de 40 anos) com câncer de próstata bem como o fato de aproveitar a visita ao consultório para uma avaliação ampla do paciente, abordando aspectos da saúde do homem que raramente são abordados por clínicos ou cardiologistas nos exames habituais como a presença de hérnias, doenças dos órgãos sexuais e doenças do abdome ou perianais.

A consulta é importante porque o câncer de próstata não apresenta sintomas em sua fase inicial, quando ainda pode ser curado, portanto não há sintomas ou sinais de alerta nesta fase e o diagnóstico precoce depende de exames, basicamente o toque retal e a dosagem do PSA. Quando estes exames iniciais indicam a possibilidade de câncer de próstata, o urologista solicitará uma biópsia de próstata para confirmar ou não a presença do tumor de próstata.

Nos próximos posts abordaremos os métodos diagnósticos em maiores detalhes e posteriormente o tratamento.

A cada semana teremos um novo post com mais informações.

Até a próxima semana.

 

Saiba mais nos links abaixo:

http://portaldaurologia.org.br/medicos/destaques/saiba-mais-sobre-psa-e-toque-no-cancer-de-prostata/

 

http://portaldaurologia.org.br/medicos/noticias/orgao-americano-volta-atras-em-recomendacao-de-rastreamento-para-o-cancer-de

 

https://www.uspreventiveservicestaskforce.org/Page/Document/UpdateSummaryFinal/prostate-cancer-screening

Deixe uma resposta