Fimose.

Posted by admin

 

Esta é uma das principais dúvidas dos pacientes, principalmente os mais jovens.

A pele que cobre a extremidade do pênis (glande) se chama prepúcio. Quando esta pele é longa e cobre toda a glande mas é possível retrair a pele e expor a glande mesmo em ereção, o homem tem excesso de prepúcio.

Quando o prepúcio tem um estreitamento em sua extremidade e é impossível expor a glande, está caracterizada a fimose.

O tratamento da fimose no adolescente e adulto é sempre cirúrgico e deve ser realizado o mais cedo possível visto que a fimose interfere na higiene do pênis e é a principal causa de câncer de pênis.

Nos casos de excesso de prepúcio, o paciente pode manter uma higiene adequada e deve avaliar se deseja operar ou não, sendo que o aspecto estético deve ser considerado individualmente. A favor da cirurgia, em especial em pacientes mais jovens, pesam novamente a questão da higiene, menor índice de dsts em pacientes postectomizados e um maior conforto durante o uso de preservativo.

Finalmente, a postectomia (cirurgia de fimose) é benéfica para a maioria dos pacientes, porém nem sempre é obrigatória e cada caso deve ser avaliado individualmente.

Deixe uma resposta