Tratamento da Hiperplasia Prostatica Benigna (HPB)

Posted by admin

A hiperplasia prostática benigna, HPB, é caracterizada pelo aumento da próstata e consequente compressão da uretra que passa em seu interior. Esta condição acomete pelo menos 30% dos homens acima de 40 anos.

O aumento da próstata leva a sintomas obstrutivos caracterizados por dificuldade de iniciar a micção, jato fraco, por vezes entrecortado e gotejamento prolongado ao terminar de urinar. Ocorrem também outros sintomas como sensação de urgência para urinar ou levantar-se várias vezes a noite para urinar.

Os sintomas são apenas a ponta do iceberg, a obstrução leva, com o passar do tempo, à piora da função renal e também a  parede muscular da bexiga sofre com a doença devido à perda de sua musculatura.

Basicamente existem 2 tratamentos para esta doença: o uso contínuo de medicação, por toda a vida ou a cirurgia.

É muito comum as pessoas optarem por medicação por receio da cirurgia, entretanto, a cirurgia é muito segura e tem a grande vantagem de tratar a doença rapidamente. Existem várias formas de abordar esta doença através de cirurgia, escreveremos a respeito disto no futuro e, cabe ao urologista determinar qual a cirurgia ideal ao paciente.

Apesar da segurança da cirurgia, a grande maioria dos pacientes e médicos opta pelo tratamento medicamentoso, possivelmente por um medo infundado da cirurgia.

Pois bem, o tratamento medicamentoso é necessariamente contínuo, geralmente por toda a vida e expõe a pessoa aos efeitos colaterais da medicação por um longo período. O maior problema desta opção a meu ver é a deterioração da saúde que ocorre com o envelhecimento. Infelizmente à medida que envelhecemos adquirimos várias doenças que se somarão à HPB não operada. Com estas doenças vêm um aumento do risco cirúrgico e vários medicamentos que terão interação com os medicamentos da HPB o que pode tornar o tratamento medicamentoso da HPB inviáv levar à necessidade de operar em uma idade mais avançada e em piores condições clínicas.

Finalmente, recomendamos que todos os pacientes com HPB discutam com seu urologista os prós e contras dos tratamentos disponíveis, inclusive a cirurgia pois esta pode ser a melhor escolha.

 

 

 

 

Deixe uma resposta